RSS

Arquivo mensal: outubro 2013

Fórum traz oportunidades de investimentos nos Emirados

Evento acontece em São Paulo, no dia 01 de novembro, com a presença de Sultan Al Mansoori, ministro da economia dos Emirados. Encontro terá participação de fundos de investimentos e grandes empresas do país.

Aurea Santos
aurea.santos@anba.com.br

São Paulo – As oportunidades de investimentos nos Emirados Árabes Unidos são o tema do Fórum Econômico Brasil – Emirados Árabes Unidos, que acontece na sexta-feira (01), em São Paulo. O evento é organizado pelo Ministério das Relações Exteriores do Brasil, pela embaixada dos Emirados em Brasília e pela Câmara de Comércio Árabe Brasileira.

Mansoori lidera delegação de empresários
Na ocasião, Sultan Saeed Al Mansoori, ministro da Economia dos Emirados, vai liderar uma missão ao Brasil com empresários de grandes grupos de investimentos de seu país e também de importantes indústrias. Ele falará no seminário.

Entre as empresas e agências que participarão do evento estão a Mubadala (investimentos, serviços financeiros e turismo), a Câmara de Comércio e Indústria de Sharjah, a Autoridade da Zona Livre de Fujairah, a representação jurídica da Dubai Aluminium, representantes do governo do emirado de Ras Al Khaimah, Aldahra Holding (agronegócios) e Grupo Serkal (turismo, imóveis, hospitalidade e maquinário), entre outros.

O xeque Ahmed Bin Zayed Al Nahyan, presidente da Amzaan Investments, também integra a delegação dos Emirados. No Brasil, Al Nahyan tem interesse em conversar com empresas de energia renovável, compra e exportação de água, além de tecnologia e inovação.

“A ideia do evento é aproximar ainda mais o Brasil dos Emirados”, conta Michel Alaby, diretor-geral da Câmara Árabe. Durante o fórum, as empresas árabes também assistirão a apresentações sobre o Brasil.

Um dos palestrantes do lado brasileiro será Antônio Corrêa de Lacerda, doutor em Ciência Econômica pela Universidade de Campinas e professor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). “Ele vai falar sobre a economia brasileira, quais os setores com maior rentabilidade, para onde se direciona o investimento estrangeiro, o crescimento do PIB, a renda per capita e os desafios que virão, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas”, relata Alaby.

Segundo o diretor da Câmara Árabe, a visita faz parte de alguns encontros que estão sendo realizados no mundo, como nos Estados Unidos, onde já ocorreu, e no Chile, que acontecerá após o evento brasileiro. Alaby também será um dos palestrantes do evento. A abertura do fórum será feira pelo presidente da Câmara Árabe, Marcelo Sallum.

O evento é aberto somente para convidados e não será possível fazer a inscrição no dia do fórum. Entre o público selecionado estarão exportadores, instituições financeiras, consultores de investimento e empresas com interesse em internacionalizar-se nos países árabes.

Após o fórum, será realizado um almoço no qual os participantes terão a possiblidade de fazer networking.

Fonte: http://www.anba.com.br/noticia_diplomacia.kmf?cod=21860179

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 31/10/2013 em Notícias

 

São Paulo vai treinar jogadores marroquinos

Convênio de cinco anos firmado entre o clube paulista e a empresa OCP S.A. do Marrocos acertou a vinda de jovens de 14 a 17 anos para treinamento com as categorias de base do time.

Aurea Santos
aurea.santos@anba.com.br

Rubens Chiri/saopaulofc.net

Marroquinos irão treinar com atletas do São Paulo
São Paulo – O São Paulo Futebol Clube irá treinar jovens marroquinos de 14 a 17 anos no Centro de Formação de Atletas (CFA) Presidente Laudo Natel, em Cotia. O treinamento dos atletas árabes foi acertado em um convênio firmado pelo clube brasileiro com a empresa OCP S.A, do Marrocos, no início do ano, mas ainda não tem data definida para começar.

A OCP S.A é parte do Grupo OCP, estatal fundada em 1920 e principal exportadora de rocha fosfática e seus derivados no mundo. A empresa também mantém instalações e programas para o fomento de atividades esportivas no Marrocos. “É uma parceria esportiva, na qual vamos apresentar a metodologia e o conceito de trabalho do São Paulo. A OCP tem tradição na área esportiva, o que inclui tênis e atletismo. Eles estão incluindo o futebol agora. Acredito que temos muito a trocar”, explica Marcos Tadeu Novais, diretor de futebol de base do São Paulo.

A duração do convênio será de cinco anos. Neste período, vários grupos de até 20 jovens virão ao Brasil para ficar de oito a dez semanas treinando junto com os atletas são-paulinos. “Eles vão treinar dentro das próprias categorias do São Paulo para que conheçam o trabalho do clube. Não vamos trabalhar com turmas separadas”, detalha Novais.

Além do treinamento dos atletas, o convênio prevê também atividades para os profissionais das áreas técnicas do futebol marroquino. “Para trabalhar o futebol, é preciso ter conhecimento da logística em campo. Vamos apresentar o conceito que o São Paulo usa na base para uma comissão técnica que for escolhida pela OCP”, conta o diretor. O acordo também abre a possibilidade da realização de atividades no país árabe. “É possível que haja workshops do São Paulo no Marrocos”, diz Novais.

Para integrar o treinamento no Brasil, os jovens marroquinos serão pré-selecionados pela OCP. O São Paulo participará na decisão final dos atletas que virão treinar no clube. Além dos treinos, os jogadores árabes também poderão entrar em campo pelo tricolor paulista. “Eles não estarão inscritos nos jogos oficias no Brasil, mas vão participar de amistosos no País, dentro do processo de parceria”, destaca o diretor de base.

Parte da indefinição da data de início do treinamento dos atletas se deve à Copa do Mundo que será realizada no Brasil, em 2014. “Nossos centros (de treinamento) serão ocupados por equipes de outros países”, diz Novais. O calendário escolar dos jovens marroquinos, diferente do existente no Brasil, também é outro fator que está sendo considerado para definir o começo dos treinos. “Estamos discutindo como vamos operacionalizar para a Copa e fazer a adaptação do calendário escolar”, completa o diretor.

Fonte: http://www.anba.com.br/noticia/21860256/esportes/sao-paulo-vai-treinar-jogadores-marroquinos/

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31/10/2013 em Notícias

 

Do Leste Europeu ao Leste de São Paulo

Bairro da Vila Zelina festejou seus 86 anos com apresentações de danças folclóricas e comidas típicas de países como Rússia, República Tcheca e Hungria.

Nem a forte chuva que atingiu a cidade no fim da manhã do domingo (27) espantou quem participava da 7ª edição da Festa Leste Europeia na Vila Zelina, em São Paulo.
O evento, que também comemorou os 86 anos do bairro de Vila Zelina, atraiu cerca de 5.000 pessoas, segundo estimativas do presidente da Amoviza (Associação de Moradores e Comerciantes do Bairro de Vila Zelina), Victor Gers.
Localizado na zona leste de São Paulo, o bairro concentra boa parte dos imigrantes vindos do Leste europeu que se estabeleceram em São Paulo.
Assim como a Amoviza, a festa foi criada em 2007, durante as comemorações dos 80 anos da Vila Zelina.
Na ocasião, surgiu a ideia de aliar os festejos de aniversário do bairro a um evento que celebrasse a cultura e as tradições das 13 nacionalidades do Leste europeu que fazem parte do bairro.
São russos, poloneses, húngaros, tchecos e búlgaros, entre outras nacionalidades, que todos os anos se reúnem para relembrar as tradições de seus povos, com danças, músicas e comidas típicas.

“Queremos que a festa seja não só uma celebração para imigrantes e seus descendentes, mas também um modo de o paulistano ter contato com essas culturas. Além disso, é uma forma de reunir os moradores do bairro”, explica Gers.
Bons frutos
Com o sucesso do evento, a festa se tornou anual e a cada edição atrai mais pessoas. Neste ano, o evento foi transferido para um espaço maior, ao lado do Parque Ecológico de Vila Prudente.
A festa contou com a participação de 16 grupos folclóricos e teve 24 atrações. Foram convidados também grupos de outros países, como Japão, Síria, Itália e Suíça.
A gastronomia do Leste europeu foi celebrada no evento, que contou com barracas de comidas típicas de diversos países.
Entre uma apresentação e outra, os visitantes puderam experimentar os varêniki (ver mais aqui) da Rússia, burekas da Bulgária e zapiekankas da Polônia. Doces típicos e a tradicional vodca também puderam ser degustados no evento.
Celebrando as tradições russas, participaram do evento os grupos Volga e Balalaika. Entre as atrações, houve danças tradicionais dos cossacos, danças ciganas e números musicais.
A estudante Michele Potapovas, de 22 anos, pratica danças tradicionais russas com o grupo Balalaika e no começo da tarde de domingo aguardava sua vez de se apresentar.
Os avós de Michele, imigrantes russos, estabeleceram-se na Vila Zelina, onde vive toda sua família. Ela conheceu o grupo folclórico durante uma apresentação no Memorial da América Latina há cinco meses e desde então participa dos ensaios com seu namorado, Juliano Boldorini, de 28 anos.
“É uma questão de costume, minha família sempre frequentou a festa desde que ela foi criada”, diz Michele, que ensaia com o grupo todos os domingos.
Também descendente de russos, a professora de inglês Lha Politansky, de 64 anos, sempre morou na região, mas foi conhecer a festa somente nesta edição.

Enquanto conversava fluentemente em russo com a vendedora de uma barraca de comida, Lha escolhia com o marido um dos quitutes à venda no local.
“Meus pais eram russos, então minha primeira língua foi o russo. Só aprendi a falar português na escola”, conta.
Ela também participa de um grupo de tradições russas, o coral Melodia, que foi fundado por seu pai e no qual atua como pianista. No dia 27, porém, esteve na festa somente como espectadora, para relembrar a cultura de sua família.
Mas festa da Vila Zelina não atrai somente descendentes de imigrantes.
Além de moradores do bairro, o evento pessoas interessadas em conhecer mais sobre a cultura e a gastronomia do Leste europeu frequentam o evento.
O médico Renato Filippini, de 61 anos, é apaixonado pela cultura e pela história da Rússia, e ficou sabendo da Festa Leste Europeia ao ler uma nota sobre o evento em um jornal.
Morador da Vila Mariana, visitou a festa no domingo à tarde, buscando mais informações sobre os grupos folclóricos do país.
“Os eslavos são verdadeiros artistas. Admiro muito a integração entre os povos da região e essa iniciativa para preservar sua cultura.”

Fonte: http://gazetarussa.com.br/arte/2013/10/29/do_leste_europeu_ao_leste_de_sao_paulo_22503.html

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31/10/2013 em Notícias

 

Exposição relata chegada de vários imigrantes em São Paulo

Um belo acervo de imagens e depoimentos se juntam para contar a história de muitas pessoas. São Paulo recebe a exposição Viagem, Sonho e Destino, na Estação Palmeiras-Barra Funda da CPTM. A entrada é gratuita e o público poderá visitar das 7h30 às 19h.

Desenvolvido pelo Museu da Imigração, o evento relata a chegada de cerca de 2,5 milhões de imigrantes e migrantes que optaram por viver em São Paulo.

Um dos pontos da mostra é revelar aos passantes os processos de funcionamento da Hospedaria de Imigrantes do Brás, responsável por receber e acolher, durante seus 91 anos de funcionamento, mais de 70 etnias.

A maioria desses imigrantes chegou de navio e desembarcou no Porto de Santos. De lá seguia de trem até a hospedaria. O caminho, feito pela Serra do Mar, é ilustrado por fotos e depoimentos – parte do projeto de história oral do Museu da Imigração.

A mostra explica ainda como eram feitos recepção, acolhimento e encaminhamento ao trabalho dessas pessoas.Cerca de 60 fotos mostram como era o cotidiano da hospedaria. Há ainda um vídeo que mostra a herança da imigração no cotidiano da cidade. A mostra segue até dia 26, depois vai para a Estação Brás, dia 10 de dezembro.

Fonte: http://www.dgabc.com.br/Noticia/491192/exposicao-relata-chegada-de-varios-imigrantes-em-sao-paulo?referencia=minuto-a-minuto-topo

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31/10/2013 em Notícias

 

Delegação de Abidjan, capital da Costa de Marfim, faz visita de cortesia à cidade de São Paulo

Objetivo foi conhecer as principais ações da Prefeitura, assim como os projetos de qualidade, considerados primorosos pelos representantes da delegação
Representantes da Prefeitura de São Paulo apresentaram, nesta quarta-feira, dia 24, os principais programas relacionados ao desenvolvimento urbano, habitação e segurança urbana à delegação de Abidjan, representada pelo vice-governador de Abidjan e três conselheiros. Participaram da reunião a Vice-Prefeita de São Paulo, os secretários de Habitação, de Segurança Urbana, e representantes da Secretaria de Relações Internacionais, de Desenvolvimento Urbano e assessores.

Durante a reunião a delegação apresentou a cidade, assim como os principais gargalos enfrentados no combate a preservação do meio ambiente, transporte, desenvolvimento urbano e habitação. A cidade de Abidjan abriga 1/3 da população da Costa do Marfim e tem um déficit habitacional de 60 mil habitações. A proposta do atual do governo é construir 25 mil novas casas em cinco anos. O principal questionamento foi com relação ao modo que a Prefeitura de São Paulo gerencia a construção de habitação em parceria com o Governo Federal, através do Programa Minha Casa Minha Vida.
Segundo o vice-governador de Abidjan, Yeo Klotioloma, “o formato do programa adotado em São Paulo é muito interessante, um dos nossos objetivos é aprender a executar um programa com tamanha qualidade”. O Secretário de Habitação, José Floriano, explicou “o programa habitacional no Brasil teve início na década de 50 e passou por muitas experiências relacionadas a execução de projetos, demandas e construções até a formatação do Programa Minha Casa Minha Vida”. Ainda, segundo o secretário, o programa é considerado o melhor para construção de habitações porque gera empregos e movimenta a economia com os financiamentos das construções. Na medida que os recursos para os financiamentos aumentam, os empregos também aumentam através da mão de obra exigida pelas construtoras, afirmou o secretário.
A delegação também conheceu a parceria entre São Paulo e Durban, na Africa do Sul. A experiência com Durban começou em 2011 e permitiu à Prefeitura de São Paulo colaborar com idéias e soluções habitacionais para a cidade. Representantes de Durban escolheram uma favela para que a Secretaria Municipal de Habitação ajudasse no processo de urbanização. O objetivo do governo local era construir mil moradias. A secretaria percebeu que o projeto urbanístico local não era compatível com a necessidade da comunidade e elaborou uma proposta para melhoria do bairro, com infraestrutura, equipamento sociais e transporte, além da construção de moradias. A missão foi cumprida e bem sucedida.
A delegação também conheceu os projetos de Desenvolvimento Urbano e de Segurança Urbana da prefeitura.

Fonte: http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/habitacao/noticias/?p=159868

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31/10/2013 em Notícias

 

British Council traz delegação de museus para visitas em SP, RJ e MG

Uma delegação de diretores e profissionais de museus do Reino Unido desembarcará no Brasil, no dia 28 de outubro, para conhecer museus e instituições culturais de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. A visita de estudos é promovida pelo British Council, através do programa de artes, Transform, idealizado para conectar produtores, artistas, autoridades e organizações de artes do Brasil e do Reino Unido. O grupo passará pelo Museu do Futebol e pela Pinacoteca, em São Paulo, pelo MAR e pelo Museu Histórico Nacional, no Rio, e pelo Instituto Inhotim e Circuito Cultural Praça da Liberdade, em Minas, entre outros museus dos três estados.

Tenho o prazer de estar trabalhando neste evento, como produtora associada para o Programa Transform de Museus.

A visita dos profissionais britânicos faz parte do Programa Transform de Museus, que promove intercâmbio de experiências para formação de novas competências na área museológica no Brasil e Reino Unido. O objetivo é facilitar a troca de metodologia entre instituições brasileiras e britânicas e entre profissionais da área.

“Esta é a terceira viagem de estudos do Programa Transform de Museus, e a primeira a ser realizada no Brasil.”, diz Lucimara Letelier, Diretora Adjunta de Artes do British Council. “Será uma oportunidade para os britânicos conhecerem de perto os museus brasileiros e desenvolverem juntos projetos a longo prazo. Estamos contentes com a diversidade deste grupo, que vem de várias partes do Reino Unido e representa tipologias diferentes de museus como o museu de cidade (Museum of London), de história natural (Natural History Museum, da Universidade de Oxford) e de esportes (Scottish Football Museum).”

A delegação trará representantes de museus como Museum of London, Wrexham Museum, Scottish Football Museum, Leeds Museums and Galleries, Oxford University Museum of Natural History/Aspire, Manchester City Art Gallery, York Museum Trust e Horniman Museum, e será acompanhada pelo diretor da área de museus do Arts Council England.

Com duração de 2012 a 2016, o programa é desenvolvido a partir de três eixos de atuação e explora o tema de Políticas Públicas, propondo um debate para falar sobre os assuntos mais relevantes para os dois países, em seus respectivos contextos. Profissionais do governo das esferas municipal, estadual e federal são convidados a trocar práticas e metodologias comuns com os órgãos de governo britânicos que resultem em políticas públicas inovadoras para o setor museológico. A análise é feita a partir de indicadores de desempenho, pesquisas, programas de capacitação profissional e sistemas de fortalecimento institucional dos museus.

Os outros dois eixos – Intercâmbio entre Museus e Universidades – promovem a troca entre diretores e profissionais de museus brasileiros e britânicos para colaborarem em capacitação de suas equipes, internacionalização, programas de residência técnica e artística, itinerância de exposições, desenvolvimento de conteúdos e programação. A área acadêmica é assistida pelo programa, com o intercâmbio entre universidades para identificação de áreas de pesquisa comuns, intercâmbio de professores e estudantes com projetos de relevância para o Brasil e Reino Unido.

Instituições a serem visitadas:

São Paulo – Museu do Futebol, Pinacoteca do Estado de São Paulo, Museu Afro Brasil, Catavento Cultural e Secretaria de Estado da Cultura.
Rio de Janeiro – Museu de Arte do Rio-MAR, Fundação Roberto Marinho, Museu Histórico Nacional, Museu da República, Oi Futuro, Centro Cultural Banco do Brasil-CCBB, Museu da Maré e Secretaria de Estado da Cultura.
Minas Gerais – Circuito Cultural Praça da Liberdade, Museu das Minas e do Metal, Memorial Minas Gerais Vale, Instituto Inhotim e Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB.
Sobre o Transform

O Transform é um programa de artes do British Council, com duração de quatro anos, idealizado para conectar produtores, artistas, autoridades e as principais organizações de artes do Brasil e do Reino Unido, buscando fortalecer os laços entre estes profissionais e instituições de ambos os países para resultados de longo prazo – http://www.britishcouncil.org.br/transform

Sobre o British Council

O British Council é a organização internacional do Reino Unido para oportunidades educacionais e relações culturais. Seu trabalho busca estabelecer a troca de experiências e criar laços através do intercâmbio de conhecimento e de ideias entre pessoas ao redor do mundo. Atua em cinco áreas: Educação, Língua Inglesa, Artes, Esportes e Exames. A organização está presente em 223 cidades e 109 países, com parceiros como os governos em diversas instâncias, organizações não governamentais e iniciativa privada. No Brasil, tem escritórios em Brasília, Rio de Janeiro, Recife e São Paulo. Para mais informações, visite o site http://www.britishcouncil.org.br.

Fonte: http://claudiaporto.wordpress.com/2013/10/25/british-council-traz-delegacao-de-museus-para-visitas-em-sp-rj-e-mg/

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31/10/2013 em Notícias

 

Comitiva de empresários do LIDE é recebida pelo ex-primeiro ministro de Israel

SÃO PAULO, 29 de outubro de 2013 /PRNewswire/ — O grupo de empresários brasileiros que integra a Accenture Innovation Trip, iniciativa do LIDE – Grupo de Líderes Empresariais foi recebido nesta terça-feira pelo ex-primeiro ministro de Israel, Ehud Olmert, hoje chairman do Grupo ALL. “O próprio país (Israel) é uma startup”, disse o executivo à comitiva brasileira.

Olmert foi primeiro ministro do Estado de Israel de 2006 a 2009, assumindo o posto após a morte cerebral do então primeiro ministro eleito Ariel Sharon. Olmert foi responsável pela retirada dos assentamentos judaicos da faixa de Gaza e liderou a guerra contra o Líbano em 2006 ele foi também o ministro das Finanças, ministro da Indústria, do Comércio e do Trabalho, além de ministro responsável para a administração das terras de Israel. Anteriormente, foi prefeito da cidade de Jerusalém.

A comitiva brasileira visitou hoje Grupo ALL (Avraham Livnat Ltda), maior conglomerado privado de Israel, composto por 32 empresas, dentre elas o Grupo Taavura, maior empresa de logística e infraestrutura do País, a Ahava Cosméticos (conhecida por seus produtos feitos com ingredientes do mar morto) e call centers (situados em regiões carentes do país e que não visam lucro).

Empresa familiar, a ALL ainda é gerida sob o olhar experiente do fundador, Avraham Livnat, que, aos 90 anos, lidera com muita lucidez e pulso firme. Livnat é admirado por seus filhos e pelo Chairman. Sua admirável história de vida inclui fuga de um campo de concentração, em 1944, e imigração para a Palestina, onde construiu seu império.

A ACCENTURE INNOVATION TRIP busca celeiros de inovação e, em sua 3ª edição, visita as cidades de Tel Aviv e Jerusalém, em Israel, regiões mundialmente reconhecidas pela inovação tecnológica. A intensa agenda desta edição inclui visitas ao centro de inovação da Microsoft; à Mobileye, líder de tecnologia para aplicativos automotivos; à Waze, responsável pelo aplicativo para traçar rotas e informações sobre o trânsito e ao Kibbutz Hatzerin e sua área de inovação e tecnologia. Também serão realizados workshops na Universidade Hebraica de Jerusalém.

A ACCENTURE INNOVATION TRIP tem patrocínio máster da ACCENTURE e apoio da Embraer e Microsoft. A participação é da PayPal, 3M, Construtora Even e Abramundo. Como mídia partners estão as revistas TOP Magazine e LIDE. Os fornecedores oficiais são CDN, Maringá Turismo e PR NEWSWIRE.

Fonte: http://noticias.r7.com/pr-newswire/economia/comitiva-de-empresarios-do-lide-e-recebida-pelo-ex-primeiro-ministro-de-israel-20131029-1.html

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31/10/2013 em Notícias