RSS

Arquivo mensal: junho 2011

Semana da cultura russa será em julho

Em julho, a Semana Russa em São Paulo

Evento comemora os 212 anos de nascimento de Pushkin

De 4 a 8 de julho, a cidade de São Paulo vai sediar a Semana da Língua e da Cultura Russa, na Biblioteca Mário de Andrade. O evento será realizado em comemoração aos 212 anos de nascimento do poeta Alexander Pushkin, considerado por muitos como o fundador da literatura russa.

A Semana da Língua e da Cultura Russa é promovida pela Associação Cultural Grupo Volga de Cultura Russa, com apoio da Embaixada da Federação da Rússia no Brasil, do Consulado da Federação da Rússia em São Paulo e da Agência Federal Russa de Apoio à Cultura. Segundo os organizadores, o objetivo do evento é proporcionar ao povo brasileiro a oportunidade de conhecer melhor o idioma, a cultura e a literatura da Rússia, e também homenagear aquele que é considerado o maior poeta russo, Alexander Sergueievitch Pushkin.

A Biblioteca Mário de Andrade fica na Avenida São Luís, 235, e o site para obtenção de maiores informações é http://www.bma.sp.gov.br

A entrada é franca em todos os dias do evento.

Fonte: http://www.diariodarussia.com.br/cultura/noticias/2011/06/20/em-julho-a-semana-russa-em-sao-paulo/

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 22/06/2011 em Notícias

 

Ciclo de cinema alemão

Ciclo de Cinema Alemão exibe filmes inéditos até dezembro, no Club Transatlântico – gratuito

 Ciclo de Cinema Alemão exibe filmes inéditos até dezembro, no Club Transatlântico

Os melhores filmes alemães da última década são exibidos gratuitamente, todas as quartas-feiras, com direito a pipoca. Programação de junho e julho conta apenas com filmes inéditos no circuito comercial do Brasil.

A partir de junho, as sessões gratuitas de cinema alemão contemporâneo tornam-se atividades fixas da programação cultural do Club Transatlântico. Exibida desde fevereiro em parceria com o Goethe-Institut, a mostra agora segue até dezembro, sempre às quartas-feiras, com direito a pipoca.

A programação de junho e julho conta apenas com filmes premiados e inéditos no circuito comercial do Brasil. A super produção “O Barão Vermelho” (Der Rote Baron, 2008) e o aclamado cult “Todo o trem” (Wholetrain, 2006) estrelam na programação, nos dias 29 de junho e 27 de julho, respectivamente.

Sucesso entre os frequentadores desde fevereiro, as sessões oferecem o melhor da cinematografia de idioma alemão produzida na última década, além de proporcionar um panorama atual da cultura audiovisual germânica.

As exibições ocorrem gratuitamente, às quartas-feiras, às 20h – com exceção dia 22 abril, véspera do feriado de Corpus Christie. Confira:

• 22 de junho
Não haverá exibição.

• 29 de junho
O Barão Vermelho
Der Rote Baron (Alemanha, 2008)
Dir. Nikolai Müllerschön
Com Matthias Schweighöfer, Lena Headey e Til Schweiger
Drama-biográfico / ação
Áudio em alemão, sem legendas
106 min
Europa, 1916. Com espírito de aventura, o jovem Manfred von Richthofen, como milhares de outros homens, segue rumo à guerra. Ele é um célebre piloto, e com os seus amigos, torna-se ícone para todos os soldados no campo de batalha. Eles possuem o seu próprio código de honra, caracterizado pela ambição e por uma obsessão pela tecnologia. Modificam os seus aviões, decorando-os. O avião de Mandred chega a tornar-se temível e venerado na I Guerra Mundial. Mas depressa se apercebe através do seu amor, que a guerra não é uma questão de honra, é um acto bárbaro que pode custar a vida daqueles que lhe são próximos.
Indicado para maiores de 12 anos.
Trailer: http://www.youtube.com/watch?v=Er–DLaG7SM

• 06 de julho
No inverno há um ano
Im Winter ein Jahr (Alemanha, 2008)
Dir. Caroline Link
Com Karoline Herfurth, Josef Bierbichler e Corinna Harfouch
Drama
Áudio em alemão, com legendas em português
129 min
Uma mulher em luto encomenda um retrato de seus filhos: uma jovem de 22 anos e o caçula, de 19, que morreu recentemente em um trágico acidente. Enquanto o artista luta para aperfeiçoar sua obra, mergulha numa relação tempestuosa que mostra o estado psicológico intenso de uma família complexa. Uma história em que a perda de um ente querido se torna o catalisador para que cada membro da família reencontre-se e redefina suas relações.
Indicado para maiores de 12 anos
Trailer: http://www.youtube.com/watch?v=vq3zNqe7Jb8

• 13 de julho
Nostalgia silenciosa – Warchild
Stille Sehnsucht – Warchild (Alemanha, Eslovênia, 2006)
Dir. Christian Wagner
Com Labina Mitevska, Senad Basic e Katrin Sass
Drama
Áudio em alemão, com legendas em português
103 min
Inspirado em um caso real, Senada, uma jovem mãe, perde a filha Aida na Guerra da Bósnia. Anos mais tarde, ela descobre que sua filha ainda vive com pais adotivos na Alemanha, e viaja ilegalmente para o país. Quando chega à casa do casal Heinle, percebe que Aida não é a mesma menina, e seu nome agora é Kristina. A situação entre Senada e os pais adotivos torna-se cada vez mais tensa, até que Samir, de quem Senada vive há anos separada, chega para ajudá-la. Mas logo o casal percebe que deve partir sem sua filha, com a esperança de um recomeço que agora depende só deles. Para isso, Senada precisa abandonar o seu sonho.
Indicado para maiores de 14 anos

• 20 de julho
Hilde
Hilde (Alemanha, 2009)
Dir. Kai Wessel
Com Heike Makatsch, Dan Stevens e Monica Bleibtreu
Drama
Áudio em alemão, sem legendas
137 min
Uma mulher em luto encomenda um retrato de seus filhos: uma jovem de 22 anos e o caçula, de 19, que morreu recentemente em um trágico acidente. Enquanto o artista luta para aperfeiçoar sua obra, mergulha numa relação tempestuosa que mostra o estado psicológico intenso de uma família complexa. Uma história em que a perda de um ente querido se torna o catalisador para que cada membro da família reencontre-se e redefina suas relações.
Indicado para maiores de 12 anos
Trailer: http://www.youtube.com/watch?v=mn6sLBlSj_4

• 27 de julho
Todo o trem
Wholetrain (Alemanha, Polônia, 2006)
Dir. Florian Gaag
Com Mike Adler, Florian Renner e Elyas M’BarekDrama
Áudio em alemão, com legendas em português
82 min
História de quatro grafiteitos que observam e analisam as hierarquias, os valores, as regras e os códigos da cena do graffiti. Noite após noite, eles modificam as imagens opulenta da cidade, registrando suas artes nos muros das estações de metrô. Com o surgimento de um novo grupo, os quatro se sentem desafiados, resultando numa batalha criativa que irá mudar a vida desses jovens para sempre. Confrontando a vida levada ao limite, constantemente na beira da ilegalidade, novas amizades surgem enquanto outras se vão. Fazer as coisas movidos à paixão desdenfreada é a palavra de ordem.
Indicado para maiores de 16 anos
Trailer: http://www.youtube.com/watch?v=QqMYtw3w4Lc

Serviço

Cinema Alemão Contemporâneo
De 01 de junho a 27 de julho
Quartas-feiras, às 20h (não haverá sessão no dia 22)
Club Transatlântico – Rua José Guerra, nº 130, Chácara Santo Antônio, Santo Amaro, São Paulo (próximo à estação Granja Julieta da CPTM)
(11) 2133-8603 ou www.clubtransatlantico.com.br
Entrada gratuita com distribuição de pipoca
Estacionamento no local a R$10,00

Para mais informações à imprensa,

Rua Porangaba, nº 149, Bosque da Saúde
04136-020 – São Paulo – SP
+55 11 3482-2510 | +55 11 3482-6908
www.baobacomunicacao.com.br
twitter.com/baoba_comunica
facebook.com/ baoba.comunicacao

Fonte: http://www.nossasaopaulo.org.br/portal/node/16335

 
Deixe um comentário

Publicado por em 22/06/2011 em Notícias

 

Convenção nacional de solidariedade a Cuba acontece neste final de semana

Veja a programação da XIX Convenção Nacional de Solidariedade a Cuba em São Paulo

 

 

XIX CONVENÇÃO NACIONAL DE SOLIDARIEDADE A CUBA


23 A 26 DE JUNHO DE 2011

MEMORIAL DA AMÉRICA LATINA – São Paulo

 

Segue abaixo a programação detalhada da Convenção.

Para garantir o bom andamento do evento é INDISPENSÁVEL que os participantes se pré-inscrevam. O formulário de inscrição encontra-se disponível no site www.solidariedadeacuba.org.bre deve ser preenchido e enviado por e-mail paracontato@solidariedadeacuba.org.brEste endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.com o assunto “Inscrição”.

A pré-inscrição garantirá a participação nos mini-cursos e nos ajudará a levantar a demanda por alojamentos e refeições econômicas.

Contamos com o apoio de toda/os os amigos de Cuba neste trabalho!

Programação detalhada


21 e 22/06 – terça-feira e quarta-feira

Sala de projeção do Pavilhão da Criatividade – Memorial da América Latina

19h – Exibição de filmes cubanos

 Dia 21 – Lucía

Sinopse: Lucía é uma obra mestra do cinema cubano, tinida até hoje como a consagração definitiva de um cineasta e de uma filmografia nacional. A obra está composta por três contos. Em cada um deles a protagonista leva o nome de Lucía, ou seja, uma representação da mulher cubana em três tempos. A três Lucías encadeiam a épica pessoal com o fluir da epopeia nacional emancipadora, libertação que convoca a mulher como ente participativo e definitório. Este filme é a primeira mirada do cinema cubano ao devir histórico, visto como caixa de ressonância para o íntimo, sim que a descrição da alma feminina obstaculize a visão das raças e povos acrisolados na nação cubana. A crítica tem reconhecido neste filme o extremo cuidado formal e de representação, sob a inspiração de Serguei Eisenstein, Luchino Visconti, Orson Welles, Glauber Rocha e os grandes neo-realistas, assim como seu gosto pela recreação enfática e melodramática dos signos culturais do passado, onde é notória a espessura filosófica, artística e histórica. Humberto Solás é considerado um cultivador da sedução através do virtuosismo estilístico.

 Dia 22 – Memórias do subdesenvolvimento

Sinopse: Retrato lúcido e poético de Cuba no começo dos anos 60, Memórias do Subdesenvolvimento é considerado um clássico do cinema latino-americano. O mestre Tomás Gutiérrez Alea oferece um olhar ao mesmo tempo carinhoso e crítico sobre os rumos da revolução narrado pelos olhos de Sérgio, um homem que aos 38 anos se vê subitamente sozinho em Havana, depois que sua mulher e seus pais resolvem migrar para os Estados Unidos. Ao acompanhar Sérgio, o espectador é convidado a passear pelas ruas da capital cubana e a encontrar personagens reais, num filme que mistura com habilidade recursos da ficção e do documentário.

22/06 – quarta-feira
Praça na saída do metrô Barra Funda, em frente à UNINOVE

14h – Atividade de rua: saúde e revolução PELA VIDA!
Barraca de campanha com atendimento à população e palestras

 23/06 – quinta-feira (feriado)

Sala Mário de Andrade, anexo dos Congressistas – Memorial da América Latina

19h – Exibição do documentário de Carlos Pronzado

“Carlos ‘Calica’ Ferrer: A última viagem de Ernesto Guevara pela América Latina”

Presença de Carlos Pronzato e Calica Ferrer

 Quem é Calica Ferrer: Carlos “Calica” Ferrer nasceu em Alta Gracia, Córdoba, em 1929. Aos quatro anos conheceu Ernesto Guevara de la Serna, um menino asmático que se instalou com a sua família em Alta Gracia para procurar um alívio para o seu mal. Ernesto e Calica mantiveram uma íntima amizade durante a infância e adolescência. Em 1953 empreenderam juntos uma viagem aventureira por América Latina, no final da qual, Guevara terminaria convertido no Comandante Ernesto Che Guevara.

Atualmente Calica Ferrer vive em Buenos Aires e se dedica a estudar e difundir a figura do seu amigo Ernesto Guevara. No documentário Carlos ‘Calica’ Ferrer, a última viagem de Ernesto Guevara pela América Latina (40 min./2011) de Carlos Pronzato, ele relata aquela viagem.

19h45 – Lançamentos e relançamentos de livros sobre Cuba

De Ernesto a Che – Carlos ‘Calica’ Ferrer (Argentina)

A Revolução Cubana e a Questão Nacional – José Rodrigues Máo Júnior

Cuba – apesar do bloqueio – Mário Augusto Jakobskind

Fogo cruzado – Coronel Jorge Herrera Medina (Cuba)

20h30 – Autógrafos e apresentação do grupo musical da AMA ABC

24/06 – sexta-feira
Auditório Simón Bolívar – Memorial da América Latina

8h – Credenciamento

9h – Palestra: A importância da Revolução Cubana no marco dos 50 anos da vitória em Playa Girón e a solidariedade internacional
Palestrantes: Coronel Jorge Herrera Medina, combatente da batalha de Girón, e Kenia Serrano Puig, presidenta do Instituto Cubano de Amizade aos Povos, Dôra Cesa do Nescuba

14h – Oficinas e mini-cursos
Universidade Nove de Julho
História da Revolução Cubana, Sistema educacional em Cuba, Sistema de Saúde em Cuba, Poder Popular e Democracia em Cuba, Política Externa Cubana e a ALBA, Direito Internacional com base no caso dos 5 heróis, Oficina sobre cinema feito nas margens, Oficina de música e identidade cultural cubana, A economia cubana, As relações de gênero em Cuba.

24/06 – sexta-feira – ABERTURA OFICIAL
Auditório Simón Bolívar – Memorial da América Latina

19h – Ato político de abertura
Ato político: Embaixador de Cuba no Brasil, Sr. Carlos Rafel Zamora Rodriguez, Presidenta do ICAP e deputada da Assembleia Nacional do Poder Popular de Cuba, Kenia Serrano Puig, e representantes de organizações nacionais

– Lançamento do novo CD de Pedro Munhoz

– Canto Libre com apresentação de vasto repertório latino-americano

– Apresentação do samba enredo “Cuba sim, em nome da verdade” pela escola União da Ilha da Magia, vencedora do carnaval de 2011 em Florianópolis

25/06 – sábado
Auditório Simón Bolívar – Memorial da América Latina

9h – Palestra: Bloqueio econômico e midiático
Palestrantes: Nidia María Alfonso Cuevas, Professora do Instituto Superior de Relações Internacionais de Cuba, Rosa Mirian Elizarde, jornalista do Cubadebate e Magalys Llort, parlamentar e mãe de Fernando González, um dos 5 patriotas cubanos preso nos EUA

14h – Grupos de trabalho
Universidade Nove de Julho
Bloqueio econômico, Bloqueio Midiático, Solidariedade a Cuba, Frentes Parlamentares, Libertação dos 5 patriotas

19h – Encerramento
Sintaema – Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente de SP (próximo ao metrô Armênia)

– Saudação de Aleida Guevara, médica cubana, filha de Che Guevara
– Leitura da Carta de São Paulo
– Festa de confraternização com a bateria das escolas de samba União da Ilha da Magia, vencedora do carnaval de 2011 em Florianópolis com o tema “Cuba sim, em nome da verdade” e da Unidos da Lona Preta

26/06 – domingo
Memorial da Resistência, antigo prédio do DEOPS – próx. estação Luz
9h – Ato de agradecimento a Cuba pelo acolhimento dos brasileiros perseguidos políticos durante a ditadura civil-militar no Brasil e visita monitorada ao Memorial da Resistência

 Entidades que convocam a Convenção

APEOESP, ABEEF, Assembleia Popular, APES, ARES ABC, Casa da América Latina, CMP, CTB, CUT, CA de RI da Unesp, Cebrapaz, CCML, CDH Gaspar Garcia, CEEP, CEAC, Comitê Bolivariano de São Paulo, Comitê Brasileiro pela Libertação dos 5 Patriotas Cubanos, Comitê Pró-Haiti, CRESS-SP, Confraria Soteropaulistana, Consulta Popular, DCE UFABC, DCE USP, DCE UEPB, DCE UFCG, DCE UFPE, DCE UFRPE, ENFF, FDIM, FEAB, Fábrica Ocupada Flaskô, Frente pelo fim da Criminalização das Mulheres e pela Legalização do Aborto, Instituto Voz Ativa, Intersindical, Jornal A Verdade, Jornal Inverta, J5J, JOC, MMM, MORENA – CB, Movimento Correnteza, MLST, MLB, Movimento de Mulheres Olga Benário, MAB, MPA, MST, MLC, PCB, PCdoB, PCML, PCR, PT, PSOL, Pátria Livre, Rede Jubileu Sul, SOF, SASP, SINDJORNAL, SINDLIMP/PB, STIUPB, Sindipetro SP, UJC, UJR, UJS, Uneafro, UESPE, UST

Associações Culturais José Martí dos estados Bahia, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Rio Grande do Norte, Casa Gregório Bezerra – PE, Casa de amizade Brasil-Cuba – CE e Núcleo de Estudos Cubanos – DF

 OUTRAS ORIENTAÇÕES – IMPORTANTE!

– Nos esforçaremos para que todas as atividades comecem pontualmente, mas, para isso, precisamos do apoio de toda/os a/os participantes. COLABORE!

– Tem feito muito frio em São Paulo especialmente a noite, prepare-se para isso.

– Todas as atividades ficam na região da Barra Funda, ao lado da estação do metrô (linha vermelha), com exceção da Confraternização que será próxima ao metrô Armênia (linha azul do metrô).

– O metrô em São Paulo custa R$ 2,90 e o ônibus R$ 3,00

 Endereços dos locais do evento

Memorial da América Latina – Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – próx ao metrô Barra Funda
UNINOVE – Rua Deputado Salvador Julianelli, s/n – próx ao metrô Barra Funda
SINTAEMA (confraternização)- Av. Tiradentes, 1353 – próx ao metrô Armênia (saída A do metrô)

Fonte: http://www.solidariedadeacuba.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=68:inscricoes-para-a-xix-convencao-nacional-de-solidariedade-a-cuba&catid=52:convencao-nacional-de-solidariedade-a-cuba&Itemid=34

 
Deixe um comentário

Publicado por em 22/06/2011 em Notícias

 

Cinema italiano

Em ocasião do 150° aniversário da Unificação da Itália o ciclo de cinema Cine Dante repercorre as etapas mais significativas da história italiana a partir de sua Unificacão até hoje , com a exibição de obras primas do cinema italiano. Esta resenha cinematografica quer, através dos filmes clássicos de consagrados Maestros italianos como Visconti, Monicelli, Fellini e Pasolini, ilustrar as tranformações da sociedade italiana, pintando um grande afresco da Itália que transita desde o trágico até o cômico, desde a comédia até o romantismo. Depóis de “Senso” de Luchino Visconti, este mês será exibido o filme “A Grande Guerra” (1956) que conta em tons cômicos e dramáticos a vida na trincheira de um grupo de jovens soldados de várias extração geográfica e cultural, durante a primera guerra mundial.

-

Informações

Data: sexta-feira, 17 de junho de 2011

Horários: 19h:30

Local: Auditorio Miro Noschese, Colégio Dante Alighieri, Al. Jaú 1061

Organizado por: Istituto Italiano de Cultura de São Paulo e Colégio Dante Aligheri

Em colaboração com:

Entrada Franca. Reservas: tel: 3179 4400 r. 4115

Fonte: http://www.iicsanpaolo.esteri.it/IIC_SanPaolo/webform/SchedaEvento.aspx?id=465&citta=SanPaolo

 
Deixe um comentário

Publicado por em 15/06/2011 em Italianos, Notícias

 

Mostra de cinema japonês

Cinemas japoneses que marcaram época no bairro da Liberdade são retomados em mostra

Cineniteroijp
Fachada do Cine Niterói, fechado em 1968

Durante três décadas e meia a diversão da comunidade nipo-brasileira foi assistir a um filme japonês em um dos quatro cinemas especializados no bairro da Liberdade, em São Paulo.

A cada sessão, milhares de pessoas lotavam o Cine Niterói, o Cine Joia, o Cine Tokio e o Cine Nippon, ca-da qual dominado por uma  determinada produtora, para assistir épicos históri-cos sobre o Japão no tempo dos samurais, dramas urbanos contemporâneos, musicais, animações, comédias, romances, policiais, máfia japonesa, etc.

23 anos depois do fechamento dos cinemas, o Sesc Pinheiros recebe a mostra “Japão em 4 Cinemas”, com exibição de filmes japoneses e cartazes originais em homenagem aos redutos de japoneses/descendentes e cinéfilos.     

Até o dia 26 de julho, o público pode conferir uma exposição do material da época e assistir a 17 filmes que atraíram uma multidão para as salas de cinema do bairro da Liberdade.

Filmes de Akira Kurosawa, Kenji Mizoguchi e Yasujiro Ozu, entre outros, serão exibidos sempre as terças-feiras, às 15 horas, 17h15 e 19h30.

Completam a mostra, Pai e Filha, Ozu (21/6, às 15 horas, e 19/7, às 17h10), De onde se avistam as chaminés, de Heinosuke Gosho (21/6, 17h15, e 26/7, às 15 horas), Harakiri, Masaki Kobayashi (21/6, 19h30, e 26/7, às 19h30); Família, de Yoji Yamada (28/6, 15 horas), Fim de Verão, Ozu, (28/6, 17h15), Curtas: Retratos Japone-ses, de vários diretores (28/6, 19h30), Vida de casado, de Mikio Naruse (28/6, 17h15), Desejo Pro-fano (28/6, 19h30), Japão em 4 cinemas, pesquisas e entrevistas (12/7, às 15 horas),  Castelo de areia, de Yoshitaro Nomura (12/7, 19h30) e Era uma vez em Tóquio, de Ozu, (19/7, 19h30). 

Fonte: http://www.saopauloshimbun.com/site_br.php/conteudo/show/id/1238/cat/102

 
Deixe um comentário

Publicado por em 15/06/2011 em Japoneses, Notícias

 

Teatro Cultura Judaica recebe inscrições

Aimar Labaki busca montagens sobre cultura judaica

O dramaturgo Aimar Labaki é curador da terceira edição do Concurso de Montagens Teatrais do Centro da Cultura Judaica, em São Paulo, com inscrições até 25 de julho. A iniciativa destinada a criadores do Estado pode contemplar até três projetos, cada um com R$ 36 mil. Os temas devem ser relacionados direta ou indiretamente à cultura judaica. O público alvo não importa: adulto, juvenil ou infantil. O formato do lugar, tampouco: sala, rua ou espaço alternativo.

O drama Réquiem, do israelense Hanoch Levin, encenado por Francisco Medeiros, é um exemplo do desdobramento que o concurso possibilita. Além das apresentações contratuais, no teatro do centro cultural idealizador, cumpriu temporadas em outros espaços e circulou por festivais dentro e fora do Estado.

Premiada na segunda edição, em 2007, sob curadoria de Silvana Garcia, Réquiem figurou ao lado de São Paulo de Piratininsky, de Jacó Guinsburg, com direção de Naum Alves de Souza e direção musical de Lívio Tragtenberg, e O anjo da história, inspirado na obra de Walter Benjamin, por Celso Cruz.

Em 2005, também sob curadoria de Labaki, venceram Emma Goldman: amor, anarquia e outros casos, texto de Jéssica Litwak encenado por Agnes Zuliani; Quando Nietzsche chorou, de Irvin Yalon, por Ulisses Cohn; e Errantes, da Companhia dos Dramaturgos.

Fonte: http://teatrojornal.com.br/blog/2011/06/aimar-labaki-busca-montagens-sobre-cultura-judaica/

 
Deixe um comentário

Publicado por em 15/06/2011 em Judeus, Notícias

 

São Paulo homenageia Dia Nacional da Rússia

Evento realizado na Barra Funda terá como atração o balé “A Bela Adormecida”

O Dia Nacional da Rússia, que será comemorado no domingo, 12, terá uma grande celebração no Brasil no domingo seguinte, 19 de junho. Um “Concerto Russo” vai acontecer no Teatro São Pedro, na Rua Barra Funda, 171, em São Paulo, às 4 da tarde. O evento terá a participação do Coral Russo Melodia e seus solistas em apresentações individuais, e ainda contará com números de balé do Grupo de Danças Troyka e da Escola de Balé Stempniewski.

A iniciativa – que também vai homenagear os 50 anos do voo tripulado de Yuri Gagarin ao espaço – tem o apoio do Governo do Estado de São Paulo, através da Secretaria Estadual de Cultura, da APAA (Associação Paulista dos Amigos da Arte) e do Consulado Geral da Rússia em São Paulo.

O programa está dividido em duas partes. Na primeira, haverá a solenidade de abertura e as interpretações do baixo João Duarte para “Ivan Susanin”, de Mikhail Glinka, da soprano Veronika Kedor para “A Estrela do Norte”, também de Glinka, e ainda a canção tradicional russa “Valsa Antiga”, com a soprano Galina Chevtchuk, e o balé “A Bela Adormecida”, composto por Piotr Tchaikowsky.

Na sequência virão: o barítono Walter Müller, com “Não Acreditem nas Flores”, de Borisov, e “Czardas”, de Vittorio Monti, e o Coral Russo Melodia, que, na interpretação das músicas russas, será regido pelo Maestro Yuri Ponomaryov, e na interpretação das músicas brasileiras, pelo Maestro João Quinsan.

A segunda parte terá todo um roteiro de músicas tradicionais russas.

O Coral Russo Melodia foi criado em 1989 pelo regente Aleksander Politansky, que reuniu um grupo de amantes de música coral e cantores com boa formação vocal, inclusive cantores profissionais formados na extinta União Soviética. Em sua maioria, os integrantes são de origem russa. O objetivo principal do grupo é preservar a tradição coral da Rússia, divulgando sua música em vários países, entre eles, o Brasil. O Coral Russo Melodia tem um repertório com mais de 70 canções tradicionais russas.

Maiores informações sobre o Coral podem ser obtidas no site http://www.coralmelodia.com

Fonte: http://www.diariodarussia.com.br/cultura/noticias/2011/06/08/sao-paulo-homenageia-dia-nacional-da-russia/

 
Deixe um comentário

Publicado por em 15/06/2011 em Notícias, Russos